Ela desejando outro

Prazer, sou Luan, 28 anos, alto, corpo atlético, namoro a Letícia 25 anos, uma linda mulher. Cabelos pretos, longos, branca, corpo de dar inveja a muitas mulheres. A Letícia, trabalha num hospital em nossa cidade (interior da Bahia ) como auxiliar de enfermagem, sempre gostou de atuar na área da saúde, uma paixão dela. Estamos juntos há 8 anos, Letícia sempre foi de família exemplar, recatada e sempre respeitou nosso namoro.

LibidGel

Com o passar dos anos, foi ficando aquela rotina calma e sempre na mesma. Comecei então a falar sobre assuntos mais picantes ( como orgias, ménage ,sexo grupal, contos eróticos e tal…) no começo ela achou um absurdo, pensou em até terminarmos, por ela ser de família tradicional e nunca se imaginaria pensando ou fazendo uma coisas daquelas.

LibidGel

Mais com o passar do tempo, os desejos foi se despertando dentro dela e voltamos a conversar sobre o assunto. Até que evoluiu bastante o assunto e resolvemos então aprimorar de verdade, ir pra prática. No meio do ano passado no hospital em qual ela trabalha, surgiu um colega de trabalho novo, um radiologista , no qual sempre a elogiava, a tratava bem, mais nunca desrespeitou ou falou algo demais, por saber que ela era comprometida. Enfim, ela sempre me falava dele, dizendo que ele era gente boa, simplório e que não tinha maldade alguma, mais no fundo eu sabia que ele deveria sentir algum desejo por ela, pois ela é muito linda e gostosa e ela acho que sentiu algum desejo por ele também.

No meio de umas transas nossas, sentir ela com mais fogo, mais solta e começamos a falar putaria e tal… Aí não sei oq deu em mim e comecei a falar pra ela imaginar eu, ela e outro, e ela ficou mais fogosa, gemendo igual uma putinha e pedindo pica, ela nunca tinha gozado e gemido desse jeito. Depois que acabamos fomos dormir e não tocamos mais no assunto… passou -se coisa de 2 meses, ela disse que queria me falar algo e eu como um bom curioso fiquei bem ansioso para saber do que se tratava. Quando foi a noite ela me confessou que naquele dia da transa, sentiu muito desejo imaginando a situação e que queria realizar. Eu fiquei surpreso, pois não esperava que ela chegaria em mim e falasse isso. Eu meio que surpreso, respirei fundo e concordei. Aí que veio a minha maior SURPRESA!! ELA já tinha uma pessoa em mente e era o tal colega de trabalho, chamado Lucio. Na hora me subiu um calafrio, mistura de raiva e desejo ao mesmo tempo. Ela me disse que eles conversavam bastante no trabalho, pelo Whatsapp e que ele chamou a atenção dela (detalhe: eu quem tirou a virgindade dela) e que achava ele uma pessoa de confiança.

Um dia ele chamou ela pra sair pra entregar uns livros sobre um concurso o qual iria acontecer Na cidade e aproveitar bater um papo , e ela me perguntou o que eu achava. Eu disse que iríamos nos encontrar com ele, até pra mim ver e se sentia confiança nele. Aí que me veio A SURPRESA. ELA QUERIA IR SÓ!!! EU fiquei bastante surpreso, mais como queria isso, e ela estava disposta concordei.

No dia marcado ela se produziu toda, colocou uma lingerie linda, toda perfumada e nervosa ao msm tempo, me perguntando se ela iria conseguir falar pra ele, que é comprometida, que nunca me traiu e que nunca tinha ficado com outro homem, mais que sentiu bastante atração por ele e tal… E detalhe: ela foi de encontro a ele com o carro do meu sogro, pois o Lucio como era de fora, ficava em hotel e concordei dela sair com ele, porém só se fosse dentro do carro ou o motel, pois nossa cidade é muito pequena e o pessoal iria falar.

Quando foi por volta de 21:00 ele manda msg perguntando se ela desistiu … Ela de imediato respondeu que não, já estava pronta e foi ao encontro dele. A partiu daqui, narração po ela:
Ela chegou em frente ao hotel ele já a esperava, ele entrou no carro e cumprimentou ela com o beijo no rosto, saíram dali e pararam em algumas ruas mais na frente e ficaram conversando sobre várias coisas, até chegar em relacionamentos… ele disse q não era comprometido e ficou surpreso quando ela falou q era. Perguntou se eu sabia? E ela disse q sim, e que ela tinha algo pra falar pra ele. Ela começou então a contar que achou ele charmoso, gentil, respeitador e que nunca tinha ficado com alguém além de mim e que partiu de mim as ideias de desejos, fantasias e foram despertando nela. E com isso apareceu ele que ela gostou muito, ela disse que ele ficou surpreso com a conversa dele, mais ao msm tempo ficou calmo.

Logo depois desse desabafo dela, ele encostou nela e a beijou, ela disse que adorou o beijo dele, que a buceta ficou toda encharcada e começaram a dar uns amassos e que aí ela parou de beijar ele e pediu licença para fazer uma ligação e ele sem entender.

Nisso, eu em casa ansioso, nervoso para saber o que estava acontecendo, nisso meu celular ligando, ela, atendir de imediato, aí ela me fala: amor, vou pro motel com ele tá? Eu fiquei num tesao e autorizei, nisso eles partiram pro motel.
Chegando lá, eles começaram a se beijar, se despir, ela disse que ele tinha uma rola grossa e enorme e que ela chupou aquela pica com vontade, que ele chupava ela muito, que ela tremia muito as pernas, a chegar ter orgasmos com ele a chupando. Nisso ela cavalgou igual uma putinha, gritando, gemendo, e ele chamando ela de gostosa e que nunca tinha imaginado aquilo.

Pensa que não, eu recebo imagens no meu Whatsapp, ela me enviou foto, sendo enrabada por ele, eu fiquei doido, cheguei gozar só pelas fotos. Passam-se 20min ela me faz uma chamada de vídeo: olha aí meu CORNO, ele fudendo sua putinha, gemendo, ela de 4, ele socando com força, nisso eu doido. Aí ela desligou e foi fuder mais ele. Quando foi por volta das 01:00 ela chegou em casa, bem comportadinha, nem parecia que estava fudendo, me deu um beijo e me agradeceu, pois ela estava precisando de umas loucuras dessas e eu como bom namorado e corno fiz questão de exauta-la. Aí ela disse: quero ter mais aventuras assim rsrs simplesmente concordei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *