Comendo a mulher do policial !

Vou contar a vocês como passei a comer a mulher de um policial. Eu estava aguardando para marcar uma consulta médica para minha filha e na fila percebi a minha frente uma mulher aparentando uns 25 anos, e comecei a apreciá-la. Percebi que ela aos poucos se mostrava indignada, foi quando notei que atrás de nós alguns rapazes falavam mal de policiais. Então vi a oportunidade de me puxar assunto.
– Teu pai é policial?
– Não! Porque?
– percebi que não gostaste dos comentários sobre a polícia!
– meu marido é policial!
– Hum! Ele está doente? Vieste marcar consulta médica para ele?
– Não! Sou eu que vou no médico! Meu marido está trabalhando, ele nem sabe que estou aqui. Ele chega em casa às seis da manhã e não vai me encontrar!- Aquilo eram cinco e meia da manhã.
Logo abriu o posto médico e distribuíram as fichas para consulta medica.
– Se você aceitar te dou uma carona, assim você chega antes dele em casa!
Ela aceitou e no caminho me falou que eram novos na cidade e eĺa não conhecia ninguém. Então dei a ela meu número de telefone para se precisasse de um amigo, era só me ligar. No outro dia a noitinha ela me ligou me perguntando se eu poderia encontrá-la. Fui até a frente da casa dela onde já me esperava.

– E teu marido?
– Ele foi trabalhar, só volta às seis da manhã!
Seguimos a pé lado a lado conversando em direção a um parque esportivo da cidade, que ficava próximo, onde pouca gente frequenta. Ao atravessarmos uma rua movimentada, segurei na mão dela, quando chegamos na calçada passei meu braço por trás dela sobre sua cintura, ela também me abraçou e seguimos até o meio do parque, quando paramos de frente um para o outro, arrisquei beijá-la, ela olhou-me nos olhos e fechando os olhos nos beijamos, e ficamos um bom tempo curtindo como namorados.

– Gostei de você! Tu é um homem carinhoso, eu gosto disso!
– Também gostei de você, teus beijos são deliciosos! Kkkk
Conversamos bastante entre abraços, amassos e beijos. Lúcia, uma mulher linda, 1,60,pele clara e macia, seios médios, bundinha arrebitada, coxas bem torneadas, que salientavam uma linda bucetinha. Por várias vezes fiz ela sentir o volume do meu pau entre suas coxas cutucando sua grutinha, e de vez enquando a virava de costas para mim e sentia seu cuzinho precionar meu pau, excitada ela levemente gemia e me beijava com prazer. Sentamos num banco do parque, onde ela sentou no meu colo e discretamente rebolava em cima do meu pênis ereto. Levei a mão dentro da sua bermuda e da calcinha dela e brinquei bastante com seu grelinho e também a penetrava com dois dedos massageando sua bucetinha, enquanto nos beijavamos com paixão. Depois de algum tempo ela teve um orgasmo. Como ela era casada e eu também, combinamos nos encontrar discretamente e sem comprometimento, que continuariamos cada um com sua família. Como já era tarde, fui levá-la em casa, pois também eu não tinha ido em casa depois do trabalho. Ao chegar na casa dela.
– vem cá um pouquinho, meu anjo!

– Lúcia,preciso ir, daqui a pouco minha mulher vai ficar preocupada! Nunca demoro a chegar em casa!
– Vem! Te devo isso!
Ela me puxou pela mão até uma varanda Ao lado da casa e a meia luz, me abraçou, nos beijamos, e eĺa abriu minha camisa e foi beijando meu peito descendo cada vez mais, abriu minha calça, tirou meu pau para fora e começou beija-lo,depois aos poucos foi engolindo e chupando. Eu estava maravilhado com aquele boquete. Lúcia aos poucos acelerava o movimento punhetando meu pênis com a boca.
– Quero fazê-lo gozar tão gostoso quanto você me fez!- e seguiu me chupando.
Alguns minutos depois segurei sua cabeça e comecei a foder sua boca.
– Querido! Quero que goze no meu rosto!
Não demorou muito.
– Vou gozar! Aaah!
Ela esfregou a meu pau no seu rosto delicado, e eu comecei a gozar lambuzando aquela carinha delicada! Depois que lancei vários jatos, ela lambeu todo o meu pau deixando limpinho! Nos despedimos e fui embora. Dai a dois dias, depois que o marido foi trabalhar Lúcia me ligou!
– Oii ! Vem me buscar!
Dei uma desculpa em casa, peguei Lúcia e fomos a um motel . Entramos no quarto ela jogou-se em meus braços e nos beijamos como doís namorados que não se vêem a muito tempo!
– Senti tua falta! Dos teus carinhos!
– Eu também senti falta.de você! Meu casamento já não tem mais esses momentos de namoro, contudo que somos muito felizes juntos e nos damos muito bem!
Lucia vestia uma blusinha amarela e uma saia curta preta. Abracei-a por trás encaixando meu pau duro na bundinha dela entre suas coxas, segurei seus seios e acariciei por cima da sua fina blusa, ela virou seu rosto buscando um beijo e levemente ela movimentava seus quadris roçando a bundinha no meu mastro. Estávamos muito excitados, tirei sua blusa deixando seus lindos seios visiveis , pois ela estava sem soutien, passei a beijar seu pescoço, seus ombros, sua nuca, ela arripiou-se, levei minha mão pela sua barriga , passei por sua virilha e segurando forte sua coxa e firmando sua bundinha contra meu pênis que tocava seu cuzinho. Voltei minha mão levantando sua saia e acariciando sua xana, procurando seu clitóris com meus dedos. Lúcia levou a mão entre nós abrindo minha bermuda e fazendo-a cair, liberando meu pau. Também tirei sua saia e baixei sua calcinha, Lúcia virou-se de frente para mim, e minhas mãos passaram a deslizar pelas suas nadegas entrando no reguinho e bolinando seu ânus. Com a cabeça do meu pênis deslizando entre seus grandes lábios da vagina, eu provocava prazer fazendo -a suspirar e gemer ofegante. Lúcia então levantou sua perna esquerda e entrelaçou por trás da minha e mordiscando meus lábios, sua mão esquerda por trás do meu pescoço, levou sua mão direita e colocou a cabeça do meu pau na entradinha da xana dela. Levei minhas mãos sob sua bunda e a levantei fazendo com que meu pênis a pentrasse. Suas pernas entrelaçadas na minha cintura, Lúcia subia e descia e meu mastro deslizava em suas entranhas que comprimiam meu membro.
– Que delícia cumer você!
– Então me fode forte! Quero sentir teu pau gostoso me abrindo toda!
Com ela ainda subindo e descendo sobre meu pau, levei ela até a cama colocando-a de costas, suas pernas continuavam entrelaçadas em mim, e bombei forte entrando e saindo, Lúcia estava em transe de prazer, me abraçava forte e gemia alto, fui aumentando o ritmo das estocadas.
– Aaaah! Que maravilha! Me come! Isso! Vou gozaar! Goza comigoo!
– Ãããh! Delícia gozar nessa xaninha apertada!
Extasiado caí sobre seu corpo e ficamos imóveis ofegantes por alguns minutos. Tirei meu pau ainda com tesão e deitei-me ao seu lado, beijando-a ternamente. Sua bucetinha liberava o líquido do nosso prazer, que escorria lambuzando o cuzinho dela. Com meu dedo eu esparramava na sua rachinha e adentrei seu cuzinho, primeiro com um dedo, depois coloquei mais um, e quando senti seu cuzinho relaxado, virei a de bruços e fiz ela elevar sua bunda, coloquei a cabeça do meu pau na entrada e fui forçando aos poucos a penetração. Como estava bem lubrificado, logo entrou a glande. Lúcia segurou forte minhas mãos num gesto de que eu deveria esperar um pouco. Beijei sua nuca, seu pescoço e sua orelhinha, ela então forçou contra mim seu traseiro fazendo com que entrasse tudo de uma vez.
– Aaaiii! Fica parado um pouquinho!
Depois de alguns segundos voltei a beijar sua nuca, suas costas, segurei seus seios em minhas mãos e voltei a beijar sua boca. Lúcia gradualmente começou a mexer seus quadris me levando à loucura com aquele cuzinho apertado.
– Huumm! Que gostoso sentir teu pau dentro do meu ânus!
– Tua bundinha me leva à loucura! Vou dar leitinho pra ela!
Lucia então aumentou seus movimentos e eu sincronizei um vai e vem batendo forte nas suas nadegas.
– Deliciaaa! Me fode mais! Não pára que vou gozar denovo! Vai..
Dei mais algumas bombadas fortes e parei com todo o meu pau dentro dela jorrando esperma. Lúcia teve um orgasmo que espeliu seu gozo molhando o lençol! Suados e ofegantes ficamos em transe até que seu cuzinho foi liberando meu pênis. Continuamos um pouco nos amassando, conversando e beijando. Tomamos nosso banho e no chuveiro penetrei sua bucetinha por trás, gozamos,nos recompomos e fomos embora.
Continua…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.