Adriana se assanha na praia

Olá, amigos!
Hoje vou relatar algo muito gostoso que aconteceu com a minha esposa Adriana em uma certa praia aqui de onde moramos na qual assim como post anterior me faz ficar com muito tesão só de lembrar.

Sexo Por Telefone

Num belo dia ensolarado de domingo como de costume fomos pegar uma praia. Adriana nesse dia resolveu colocar o biquini novo que havia comprado. Ela nunca foi de usar microbiquinis como eu gostaria mas ela havia comprado um um pouco menor do que ela usava habitualmente fazendo assim que sua marquinha ficasse evidente por ser menor que o outro. Pegamos o carro e seguimos para a praia em direção ao mesmo local onde sempre costumávamos ficar. Porém ao

chegar lá nos deparamos com a praia super lotada e sem vagas para estacionar. Sendo assim, seguimos para uma outra praia que normalmente era mais deserta porém estava com muita gente devido ao feriado daquela semana. Mas encontramos vaga para estacionar o carro e um bom local para ficar na praia. Ao nos acomodar e preparar para pegar um bom bronzeado a Adriana começou a se despir tirando seu short e blusa ficando apenas com aquele delicioso biquini e sua marquinha aparente. É claro que como já relatado devido a bunda dela ser bem avantajada atraiu olhares de outros homens que já me deixou excitado. Sentamos e ao tomar o banho de sol apreciamos as maravilhas do local entre idas ao mar. Até que a Adriana achou algo mais para apreciar além disso. Como ela já tinha se tornado uma safadinha bem putinha do seu corno ela começou a observar um rapaz que passou por ela que se acomodava bem próximo ao nosso local. Acabei percebendo que o rapaz já havia olhado para a bunda da Adriana nas vezes que ela se dirigia ao mar. Isso foi me dando tesão e me fez já preparar o caminho para que a Adriana pudesse mais uma vez subir na rola de outro. Começamos a comentar sobre o assunto e a Adriana vendo que a possibilidade de tudo acontecer ali era remota mas ela disse que amaria cavalgar naquele rapaz. Porém ela disse que pelo volume da sunga ela talvez teria alguma restrição visto que como já relatado ela não curtia muito rola muito grande. Disse para ela que ela pelo menos seduzisse o rapaz e deixasse as coisas rolar que se ela tivesse que dar para ele em outro momento ela poderia pelo menos tentar fuder com ele caso a rola fosse realmente grande. Ela aceitou e já se deitou de forma quem com a bunda ficasse virada em direção ao rapaz. Bingoooo, o rapaz começou a olhar para a bunda da Adriana e ela ao perceber isso ao se virar ficando de frente abria as pernas para provocar. Num determinado momento ela foi a água e encarou o rapaz como se pedisse para que ele fosse até ao mar com ela. Ela estava lá se banhando e ele disfarçadamente seguiu ao mar ficando perto dela. Não demorou muito Adriana puxou assunto com o rapaz e ficaram ali um bom tempo conversando. Ela é mestre nisso…. Provavelmente a Adriana já estava preparando o terreno visto que se conheço bem a Adriana desde nossa primeira experiência em SP ela estaria morrendo de tesão e louca para dar para ele. Momentos depois saíram da água e seguiram até onde estava. Chegando ela me apresentou o Evandro e disse que ele era de uma cidade de perto de onde ela morava em MG. Ficamos ali sentados batendo papo e tomando uma cerveja para aliviar o calor. Falamos sobre , inclusive sexo. Mas no ponto em que começamos a admirar o local eu disse que a parte das pedras era o melhor local para apreciar a paisagem. Então sugeri que fôssemos dar uma volta por lá os 3. Todos aceitaram e seguimos então a trilha com a Adriana seguindo a frente só de biquini , o Evandro atrás dela e eu mais atrás. Aí comecei a provocar Evandro: aí Evandro olha que mulher safada de biquini enterrado na sua cara. E a Adriana sem esperar a resposta dele já disse: mas vc gosta, né?? Tenho certeza que vc deve estar de pau duro ao ver o Evandro olhando para minha bunda. Evandro pelo visto entendeu e soltou: ela é safada e gostosa. Vc tem muita sorte em ter uma mulher como ela. Nisso a pica dela já estufava a sunga e quase pulava para a fora mostrando que era bem grande. Falei com eles para seguirmos para um cantinho de uma pedra para ficarmos mais à vontade. Chegamos lá e Adriana já veio me beijando. Eu perguntei se o Evandro se importaria de que eu desse um amasso na Adriana pois estava com tesão e ele respondeu: se sintam a vontade que eu também estou morrendo de tesão. Passei a mão pelo corpo dela , chupava seus seios e puxava o biquini de lado passando a mão enquanto Adriana segurava meu pau e o Evandro olhando já com o cacetão enorme para fora. Adriana falou ao meu ouvido: Amor vou chupar aquele cacete na sua frente seu corno. Virou para o Evandro e foi ao seu encontro sem falar nada e começou a beijá-lo já alisando sua pica punhentando e sentindo o volume. Ela se ajoelhou e começou a mamar que nem uma bezerra percorrendo com a língua aquele picão que deveria dar uns 25 cm no mínimo. Pensei que seria uma pena o fato de não ter uma camisinha ali para ver aquela pica toda entrando na Adriana. Mas o tesão foi aumentando e ela se levanta para que o Evandro desse uma bela chupada na sua buceta como já de costume encharcada. Ele assim fez e enviava seu dedo na buceta suculenta dela e ela gozava como louca. Ele se levantou e começou a roçar sua pica na buceta da Adriana. Adriana pediu para que ele encostasse na pedra e ela começou a rebolar no cacete de costas para ele. Depois pegou sua pica e colocou na portinha da sua buceta roçando aquele pau na seu grelo e colocando apenas a cabeça na porta e rebolando. Ficaram sarrando assim por um bom tempo até que Adriana não resistindo começou a colocar mais a pica dele dentro da sua buceta e num momento de tesão máximo introduziu mais da metade e ficou fazendo movimento de tira e coloca. Que tesão eu sentia! Adriana foi sentando cada vez mais e aquela pica enorme entrou toda. Sem camisinha e tudo o Evandro comia minha mulher com aquele picão. Ela então encostou de rosto na pedra e Evandro a pegava por trás socando que nem um garanhão na sua buceta dando em determinados momento aquela socada bem forte que culminavam em gemidos de dor e prazer na Adriana. Ela nem ele nem eu mais se importávamos se alguém por perto ali passasse. Queríamos apenas sentir o tesão. Eu que até então apenas punhetava subi na pedra e coloquei meu pau na boca da Adriana que mamou muito e bem molhado me chamando de corno e gemendo dizia que o pau era grande , grosso e gostoso mas que tava uma delícia. Que iria querer que ele gozasse na buceta dela para que eu seu corninho visse a porra escorrer pela sua buceta. Falei com ela para antes tentar dar o cuzinho para ele. Ela disse que não aguentaria. Mas como insisti ela pediu ela pediu para Evandro tirar o pau da buceta, deu uma bela mamada deixando bastante saliva e se virou novamente pegando a pica dele e colocando na porta do cú dizendo: Evandro coloca bem devagar..Ele forçava a pica e ela chegava a dobrar mas não entrava enquanto Adriana dizia que não iria aguentar. Então falei para o Evandro colocar mais saliva na ponto do pau e tentar novamente. Ele assim fez e aos poucos entre os gemidos e gritos da Adriana o pau dele foi entrando. Ela disse então para não colocar tudo e assim ele fez.. Ela me chamava de corno e dizia: Tá vendo seu corno?? Meu cú tá arrombando por causa de vc. Mas eu tô com tesão nesse picão que é maior que o seu e vou dar cú para esse gostoso até ele gozar nele ou na minha buceta. Ele vai ser meu amante e vai me comer enquanto vc tá no trabalho. Vou levá-lo para casa e fuder o dia inteiro com ele e quando vc for me comer vai comer um buceta e um cú já arregaçado e cheio de porra. Que tesão me deu ver a Adriana com esse tesão todo. Falei para o Evandro gozar gostoso no cú ou na buceta dela. Ele disse que iria encher a buceta dela de porra já tirando o pau e enviando novamente na buceta da Adriana que não resistiu nem se incomodava em receber porra de outra na sua buceta. Seria a primeira vez dela receber porra na buceta de outro macho depois que casei com ela, até então só na boca.. Lá vai Evandro como bom garanhão e comedor deu aquela esporrada na buceta da Adriana que escorria porra entre suas pernas.. Evandro ao tirar o cacete ela já foi abocanhando e sugando o restinho de porra que ficou no seu cacete enquanto isso eu já enfiava meu pau naquele cú arregaçado. Evandro por incrível que pareça já estava com o pau semi-mole já endurecendo e deixando que ela o mamasse. Ela o chamava de gostoso e de meu amor de pau grande. Que delícia !! Depois de mais uns 10 minutos de putaria ali Evandro não resistiu e deu mais uma gozada só que agora na boquinha gulosa da Adriana e eu aproveitei para dar a minha esporrada também naquela boca… ela já brincando com o pau do Evandro e sua porra cuspindo e lambendo de novo se virou para mim e abriu a boquinha para tomar mais um pouco de leite. Engoliu tudo e ficou chupando as duas rolas enquanto enfiava seu dedinho freneticamente na buceta cheia de porra e nos chamava de putos tarados dando aquela última gozada de várias que deu durante essa foda. Éramos 3 saciados e bem saciados de prazer agora a se vestir e voltar para a praia como se nada tivesse acontecido. Eu muito feliz por ser corno e ter uma esposa puta , ela por ter dado para mais um macho que ela se identificou e ele por trepar com uma esposa de corno bem safada. Com de praxe essa história não termina aí a Adriana quando se identifica com alguém ela sempre quer vê-la mais e foi assim como foi com o primeiro comedor de SP que nos visitou depois. Ele veio mais uma vez em nossa cidade somente para passar mais um final de semana com sua namorada casada. Ela claro que amou passar esse final de semana com o bonitão cacetudo que segundo ela era seu namoradinho. Em breve contarei mais uma aventura que aconteceu com a gente num show numa cidade vizinha. Obrigado à todos que gostaram e comentam nossos relatos. Não gostamos de nada combinado e sim de encontros casuais na qual rola o tesão de momento.

Disk Sexo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *