A vizinha recém casada

Naquela tarde de domingo por volta das 16 horas sentado no sofá com a porta da sala aberta percebo que a vizinha de frente faz sinal para que possa ir falar com ela. Sem excitar fechei a porta e fui até o muro dela para conversar. Ela de imediato disse que se queria fazer algo diferente a três. Achei estranho o rumo da conversa pois fazia pouco tempo que ela estava morando no bairro. Abrindo o portão adentrei o quintal e logo fui para a sala da casa dela. Lá na sala o esposo assistindo a TV ao velo cumprimentei ele e educadamente ele respondeu. Ela uma moça de um metro e sessenta e cinco de altura aproximadamente com o peso de uns 60 quilos e cabelos na altura da cintura com seios pequenos é dona de um corpo lindo. A idade é de 19 aninhos e seu esposo com a idade de 27 anos mantém um relacionamento aberto.

Sentei no sofá e o esposo inicia a conversa que mudaram a pouco tempo no bairro que gostaria de novas amizades. Estavam juntos a um ano de casado e que vieram de outro estado. Foram momentos legais com piadas e assuntos diversos até que de repente ele entrou no assunto de relacionamento aberto – falei que sabia mais ou menos como era. Ele comentou que a esposa tinha a fantasia de transar com ele assistindo e que havia interesse que eu participasse desse momento. Falei que não havia feito tal coisa mas se fosse para acontecer claro que toparia. Ele não demorou e perguntou: – Topa fazer agora essa brincadeira. Falei prontamente sim e a moça foi até a porta e fechando a porta veio para o meu lado.

Segurou em minha mão e pediu para ficar de pé. Ela estava com um vestido curto de malha e sem calcinha. Olhei para os seios dela e o bico estava durinho. Sorrateiramente deu um beijo e abaixou uma alça do vestido mostrando um dos seios os quais são maravilhosos… Olhei para o lado o esposo estava tirando a roupa e com o pênis excitado disse que iria se masturba que poderia continuar… Levei a língua naquele seios e suguei gostoso ao passar a mão na bucetinha dela percebi que estava toda molhadinha… Sugando os seios e colocando o dedo na bucetinha dela toda lisinha – ela suspirava. Meu pau latejava dentro da calça e ela colocou a mão dentro e apertou com vontade. Tirei a roupa e ela ficando de joelhos começou a chupar maravilhosamente. O esposo se masturbando pedia para foder ela… Logo ela se levantou e tirou o vestido

começando a roçar a bunda no pau pediu para fuder o cuzinho dela… Ela colocou a camisinha com a boca e ficando de quatro pediu para socar… entrando gostoso o pau no cuzinho dela – ela gemia e pedia fode o cuzinho… fode… fode….
Ela rebola como uma louca… Ela disse quero na buceta vem… Ela se virou e abriu as pernas e com as pernas na altura do ombro penetrava ela… estava muito molhada… gemia muito …. soquei forte e rápido… ouvia as batidas do saco naquela buceta linda… O esposo dela não aguentou muito vendo isso. Ele se levantou e nos seios dela com aquela pica muito dura gozou… enquanto ele gozava ela colocava o dedinho no anus do esposo dela…

Foram alguns minutos com essa cena e muito tesão envolvido… Ela pediu para gozar dentro… O Esposo disse que era para fazer o que ela queria… Prontamente tirei a camisinha e voltei a socar naquela buceta linda e molhada com o gozo dela misturado. Não demorou e logo gozei muito dentro dela… ela chegou a tremer a perna de prazer… O marido pediu permissão para chupar aquela buceta cheia de prazer… Ela sendo chupada pelo esposo com a buceta cheia de gozo e socava o dedo no cuzinho dela enquanto ela gritava de prazer… ela pediu para eu me aproximar dela e enquanto era chupada pelo esposo ela chupava minhas bolas…

Meu pau novamente ganhou energias e enquanto ela chupava as bolas bati uma e gozei no rosto dela. Após isso os três foram para o banheiro tomar banho foram mais algumas brincadeiras de passar a mao nela. Ficamos amigos e por algumas vezes repetimos alguns momentos de prazer… Pena que ficaram apenas alguns meses no bairro. Foi o primeiro contato com o relacionamento aberto que tive…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *