A vizinha que ficava me espiando

Tenho uma vizinha que á conheço desde de jovem;ela casou com um amigo meu e eles vivem brigando á ponto de ter de separar;certo dia minha mulher viajou e ia ficar 20 dias fora como ela vende almoço combinou com minha mulher de me fornecer almoço;e eu sózinho de noite escutei eles brigando e fui ver;ao entrar ela estava pelada,e ele no quarto se arrumando para sair;falei com ele e ele me pediu para ela ficar em minha casa e pediu para não deixar ela sair pois bebeu e disse que ia foder com qualquer um e disse que quando chegasse ele pegaria ela.estranhei mas concordei e não demorou muito ele bateu na porta com uma garrafa de vinho na mão me pediu para ela ficar e que ela poderia beber e disse que era para mim ficar tranquilo que ele sabia que estava fazendo rindo disse que eu era de confiança e que jamais iria espanar ele;e assim ele saiu e ela disse está com calor e que iria tomar banho pediu bebida e pelada foi para o banho e logo me chamou;e pediu para tomar banho com ela e disse que seu marido não ia ligar pois ele só não queria falatório e eu entrei e ela me vendo pelado começou á me masturbar e chupar e fomos para cama lá ela disse que era toda minha e que podia fazer tudo que quisesse;então fudemos quase á noite toda e fomos dormir pelados com o ar ligado foi quando lá pelas 3 horas seu marido chegou meio bebedo e entrou ao ver ela pelada na cama perguntou se transamos disse que não pois ela queria e eu fui enrolando até ela dormir e ele disse que eu podia ficar tranquilo e disse se podia ficar também e que ia tomar banho,voltou pelado e disse que eu podia fuder ela pois ele sabia que estava fazendo já que eu não ia sair por aí falando besteira;e disse que ele queria ver eu fudendo ela e a acordou ela olhou ele e disse que queria dar para mim e ele só ia ficar vendo e ele riu e concordou;e ela sem pudor ficou de quatro e mandou gozar nu se cú e eu fiz ela gemia e se contorcia e ele vendo começou á bater punheta vendo eu fuder ela gozei nu seu cú e fomos no banheiro se lavar voltamos e fudir sua buceta e ela gemia de prazer e gozou rápidinho e eu sugerir uma dupla penetração e assim eu deitei ela sentou nomeu pau e ele enfiou no seu cú e assim brincamos á noite toda e ela disse á ele que agora ela só ia dar para mim e que ia ficar na boa e ele concordou e toda vez que ia deixar o almoço á sobemeza era certa até hoje eu como ela só que minha mulher não sabe nem desconfia segredo de mim,ela e seu marido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *