Um trisal mais que perfeito

Beto era um homem bonito porte atlético e bi sexual já vivia um relacionamento bem legal com Denis a quatro anos, os dois por serem bi também costumavam sair com garotas frequentemente, isso não era problema para eles, até porque eles nunca assumiam ninguém e assim viviam muito bem.

Porém numa festa de confraternização na empresa que Beto trabalhava, uma colega leva a irmã para festa, quando ele coloca os olhos em cima da garota fica louco, com isso os dois passam a noite pelos cantos de papo, quando a irmã se aproxima dela e pede que na volta ela vá de taxi pra casa porque ela ia sair com alguém depois da festa, ela responde que sem problema e Beto fala que de jeito nenhum ele vai deixa-la ir de taxi, ele mesmo a levaria.

Quanto mais ele conversava com Natália mais encantado ele ficava e ela por ele, em dado momento ela sugere a ele irem embora, já no carro ele diz que ainda é cedo se ela não toparia da uma volta, ela aceita na hora, ele a leva para o observatório da cidade, lugar onde os casais iam para tranzar, lá chegando ele começa a acariciar seu rosto enquanto ela reage fechando os olhos e entreabindo os lábios como se pedisse um beijo, o que ele faz com volúpia e no decorrer daquele beijo quente ele coloca o pau pra fora da calça e quando ela vê abocanha aquela tora inchada, sem cerimônia alguma ela começa a lamber e chupar com prazer, de repente ela sobe a boca até o ouvido dele e diz: Goza na minha boca, e volta a punheta-lo e num boquete maravilhoso ele goza enchendo a boca dela de leite quente ao qual ela lambeu deixando-o bem limpinho mostrando que aproveitou cada gotinhas.

Quando ela volta a se recostar no banco pega a mão dele e coloca entre suas coxas e diz: Olha como você me deixou, ele puxa sua calcinha pro lado introduz o dedo na xaninha dela fazendo movimentos de vem cá, ela arfa, geme e ele percebe quão quente e molhada ela estava, e quando ela contrai a vagina nos seus dedos ele a chama para irem pro banco de trás, já no banco trazeiro ele coloca ela de quatro e tira sua calcinha, o que faz com que sua xana e bundinha fiquem bem exposta, ele começa a pincelar o membro extremamente duro em sua xana ao mesmo tempo que introduz o polegar no cuzinho dela, enquanto estoca com força, quando ela goza ele tira o pau melado e começa a forçar no anelzinho dela e diz: Me da esse buraquinho quente também? Ela responde te dou tudo que você quiser, então ele vai a loucura, e suas metidas são tão violentas que as bolas chegam a bater na bocetinha, enfim mais uma gozada sensacional.

Quando terminam ambos estão extenuados, suados e satisfeitos, quando se recompõe e passam para frente indo embora em seguida, mais com o combinado de se verem depois, pois os dois se apaixonaram a primeira vista.

Daí pra frente passaram se encontrar frequentemente, só que com isso tinha dias que ele sumia misteriosamente nem pelo celular ela conseguia contato, com isso ela passa a reclamar, por outro lado Denis também se sente preterido por ela mais Beto garante que ninguém vai tomar o lugar dele, e que ele vai dá um jeito, porque sinto falta também de está ao seu lado meu amor.

Passado alguns dias Beto chama Natália pra uma conversa bem aberta, a leva ao seu apartamento coisa que nunca fizera antes, chegando lá com muito jeito e carinho ele explica como realmente é sua vida, ela fica nervosa chora mais ele a acalma dizendo o quanto a ama, e propõe virem os três juntos, mais se ela não quisesse ele sofreria mais compreenderia, ela baixa a cabeça e quando levanta diz: Eu o amo e faço o que for preciso pra ficar do seu lado, ele a abraça beija e diz: Então tá na hora de você conhecer meu companheiro, ela se assusta e diz: Agora? Ele sim, essa é a hora meu amor, então ele aumenta a voz e chama Denis, que quando aparece ela fica pasma e pensa como pode dois homens lindos desse se pegarem, ele passa por trás de Beto que está sentado e passa a mão na nuca dele fazendo um afago, vai até ela cumprimenta e senta, ela sente-se Irritada mais não dá transparecer, afinal não a nada que se pode fazer pra mudar aquela louca situação.

Aí dias depois eles providenciam uma cama gigante e na primeira noite quando os três estavam na cama Beto fala pra Denis ficar por baixo e a coloca de quatro pra comer o cuzinho dela enquato ele mete nela Denis com seus dedos ágeis bate uma siririca nela, que gozou feito louca, quando ela se deita em um dos lados os dois começam a se pegarem momento que ela prefere ficar de costas, ainda não estava preparada.

Mais com o passar dos dias ela se acostuma e resolve tomar uma atitude pra deixar tudo mais quente e prazeroso, ela até já estava gostando, então ela compra um conjunto de lángeri preto super sex, e a noite faz um strip para eles, enfregando a bunda na cara de um e os peitos na cara do outro, eles ficam ensandecidos completamente transloucados com a brincadeira, ela mesma deita sobre Denis abre as pernas e ele pensa que era pra fazer o de sempre enquanto Beto come sua bundinha.

E quando a pegação começa, Beto todo enfiado nela, quando Denis coloca os dedos na xana dela, que tira a mão dele e pega no seu pau colacando na sua bocetinha, ele abre um largo sorriso e lhe enfia a vara com gosto provocando um gozo surreal, pois ela nunca tinha ganho uma DP antes.

Daí pra frente nas tranzas o revezamento entre deles era perfeito.

Ela beija, chupava os dois igualmente, e assim compartilhava seus buraquinho com ambos, no final ninguém conseguia saber quem amava mais a quem, pois os três se amavam se completavam e se curtiam sem frescura formando um trisal em perfeita harmonia, afinal amor que é amor uni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *