A três

Meu nome é Samanta tenho 23 anos, dos cabelos ruivos (tingidos) com o corpo nem estrutural mas perfeito como diz minha namorada a Mônica ela sim é uma perfeição em pessoa, mestiça de japonesa da pele branca e do corpo estrutural, pode parecer mentira mas só de olhar aquela mulher me deixa excitada, estamos juntas a 4 anos.

Sexo Por Telefone

Agora sem enrolações… bom estávamos indo em mais uma das insuportáveis confraternizações da empresa que a própria trabalha, mal pensava eu que dessa vez seria diferente, enquanto Mônica estava em uma roda de colegas falando sobre negócios, até perceber que uma mulher não tirava seus olhos de mim, ela era simplesmente uma mulher tão elegante e sedutora ela aparentava ser um pouco mais velha que eu mas nem tanto, eu sentia nela um certo ar jovial, ela tinha seus cabelos curtos castanhos, um belo corpo com várias curvas marcantes, e aqueles lábios tingidos com um batom vermelho, era um verdadeiro pecado, vejo a mesma se aproximando e gelo a mesma dá uma olhada em mim que me deixa molhada e inicia uma conversa com conversa com minha namorada, seu nome era Natacha a supervisora de Mônica. O final dessa noite foi Natacha me levando a um banheiro minúsculo daquele estabelecimento e me fudendo do jeito que uma putinha gosta. Depois desse dia continuávamos se encontrando e fudendo gostoso sem minha namorada saber.

Mas esse segredo não foi guardado por muito tempo, eu e Mônica tínhamos saído para jantar, eu estava morta de cansaço então apenas decidi ir para cama esperar ela para descansamos, mas ao entrar no nosso quarto me deparo com Natacha

– se esconda Mônica não pode te ver aqui – falei baixo para a moça sentindo logo depois braços rodeando minha cintura

– porque não posso ver Natacha? – nessa hora eu havia gelado estava tão nervosa

– não é nada – disse nervosa

– certeza amor? – Mônica sussurra em meu ouvido, logo colocando sua mão dentro da minha calça brincando com meu clitóris por cima da calcinha

– hoje você vai aprender a nunca mais mentir para mim – Mônica falou adentrando suas mãos em minha calcinha e enfiando um dedo dentro da minha buceta que nessa hora já estava molhadinha

– deite e tire a roupa – Natacha havia se pronunciado pela primeira vez naquela noite

Com calma eu ia tirando minhas roupas enquanto as duas me olhavam com desejo nos olhos, logo cobrindo minhas partes íntimas com vergonha das duas, e eu nunca timha transado a três

– porque está com vergonha se nos duas já comemos essa bucetinha ai – Natacha dizia rindo, levando minha mão até sua buceta encharcada

Fui logo sendo jogada na cama por Mônica, que abriu bem minhas pernas me deixando exposta as duas mulheres, Natacha foi logo colocando a mão na minha buceta massageando meu clitóris, logo fui soltando uns gemidos manhosos que foram calados com a boca da mesma estávamos dando um beijo cheio de desejo.

– veja Mônica como nossa putinha está para nós – Natacha tira seus longos dedos de mim e mostra a mulher ao seu lado, que logo chupou seus dedos de Natacha.

As duas mulheres em minha frente começaram a tirar suas roupas

– levante, eu quero que nos chupe – fala Mônica, eu logo me levanto e vejo as duas mulheres se deitarem na ponta da cama com suas pernas bem abertas, elas estavam tão excitadas

– quem eu chupo primeiro – pergunto levemente confusa, eram suas mulheres e eu apenas era uma

– as duas – Natacha estava meio irritada pela demora

Começo chupando Mônica passando minha língua por toda a região e acariciando a bucetinhade Natacha, as duas mulheres soltavam gemidinhos que eram ótimos de ouvir, assim eu ia intercalando uma hora na bucetinha de uma e depois na da outra, as duas mulheres na estavam com suas respirações desreguladas e acabam gozando, eu limpei o melzinho das duas

– você até que é boa putinha, mas agora iremos te fuder – Natacha diz já me puxando para sentar na sua cara, e que delícia eu me esfrega naquela língua, eu estava necessitada para gozar, quando já estava ppróxima de soltar meu melzinho sinto sinto as mãos de Mônica me puxando, eu havia esquecido da mesma, ela tinha consigo três vibradores, e eu estava com medo de onde ela enfiaria eles

– você não achou que iria gozar assim tão rápido né? – disse Mônica soltando uma risada sem humor, logo me jogando na cama de novo

– você merece sofrer um pouquinho – diz logo enfiando um vibrador em meu cu já levando o outro para minha bucetinha que estava pingando, eu soltei um grito de prazer era muita coisa para mim

Enquanto tinha dois vibradores em mim as duas mulheres dividiam o terceiro e que visão, duas gostosas dividindo um vibrador, se beijando com puro desejo, aquilo foi demais para mim e gozei bastante e logo as duas mulheres também gozaram, logo as duas vieram limpar minha buceta e porra foi tão gostoso que gozei de novo. Passamos a noite todinha transado, foi uma noite inesquecível sempre que lembro disso me dá um tesão, tivemos mais noites assim, mas isso são outras histórias, se toquem pensando na gente e se quiser eu conto depois mais das minhas aventuras com as duas…

Disk Sexo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *