Meu filho, meu homem

Olá, meu nome é Claudia, estou aqui para descrever o que aconteceu a uns 2 meses atrás mas não sai mais da minha cabeça desde quando aconteceu. Continuando, sou Claudia, tenho 37 anos, sou uma mulher muito séria (modéstia parte rs), sou acostumada a vestir muita roupa social, até porque meu trabalho exige isso, sou bancária, por isso a exigência. Sou solteira, no auge dos meus 35 anos, meu marido resolveu viver outra vida em outro lugar com outra pessoa e nos divorciamos de uma maneira bem amigável, tanto que a gente mantém um contato até hoje, mesmo que curto, temos esse contato. Vou me descrever um pouco, sou baixinha, tenho 1,67, olhos cor de mel, cabelo com luzes platinadas e uso óculos a maioria do tempo, me acho linda sim! E outro alguém também me acha, meu filho. Tenho um amigo do banco, colega de trabalho mesmo, sabe, foi padrinho no meu casamento, saímos um dia pra

Sexo Por Telefone

almoçar, e ele me contou que meu filho, Bruno Eduardo, que tem 17 anos, foi até a casa dele, conversar com o filho desse meu amigo do trabalho, e ele ouviu a conversa dos dois, meu filho falava das meninas as quais ele mantia relacionamento, fiquei boba, em saber que meu filho, educado e bem criado é um “pegador”, e então ele continuou a escutar aquela conversa, e meu filho falava sobre detalhes das tais meninas como se já tivesse feito poucas e boas com elas, no almoço, eu e meu amigo continuamos por mais algum tempo nesse assunto, e ele dizia o quanto meu filho falava de mim, o quanto me elogia para o filho do meu colega de trabalho, dizia o quão era linda, o quão era responsável, que embora o pai dele tenha mudado de pais para viver outra vida, eu como mãe nunca deixei a peteca cair, sempre fui muito presente nesses 2 anos de separação, e eu fiquei hiper feliz de ouvir esses elogios né, ainda mais sabendo que foi meu próprio filho de disse, mas a surpresa maior ainda estava por vir, meu filho começou a falar que admirava meu corpo enquanto tomava banho. Nossa!!! Eu não suportei ouvir aquilo, me senti mal, de alguma forma, não achava tal situação correta, e meu amigo preferiu não contar o resto, e também não insisti, acabei não querendo saber o resto e voltamos ao banco.
No período da tarde enquanto fazia relatórios a nosso superior, eu fiquei apenas com esse pensamento na minha cabeça: “Meu filho me acha gostosa, como assim, o que eu ensinei errado pra ele?” E eu acabei me abrindo com uma amiga mulher, que por sinal, já teve relações sexuais com seu filho, e ela me abriu um mundo totalmente diferente sobre o assunto, disse que ensinou a seu filho como realmente tratar uma mulher, mostrou como se faz tudo, desde tirar a roupa de uma mulher, até mesmo finalizar na cama com carinhos e palavras bonitas e isso me deixou mais pensativa ainda, eu não conseguia imaginar meu filho ali, transando comigo, penetrando aquele pênis que eu lavei quando criança, era estranho pra mim, sabe? E então cheguei em casa e resolvi fazer um teste com ele. Esperei ele chegar do treino de futebol, suado e ainda meio acelerado, e falei que ia tomar banho, deixei a porta encostada e tava lá, passando sabonete no meu corpo, tudo ok, quando pensei, lavei o rosto, agora é a hora da verdade, eu pensei assim: Vou pedir pra ele pegar a toalha, e deixar na maçaneta da porta, é porque ele não quer nada e é tudo coisa da minha cabeça, mas se ele entrar direto, é porque ele quer realmente admirar meu corpo. Pois então, chamei ele:
– Brunoooo! Ele: Oi mãe.
Eu: Filho, esqueci minha toalha na lavanderia, encima da máquina, pode pegar e trazer aqui no banheiro pra mim? Já terminei meu banho…
Ele: Só um minuto que já pego Mãe.
Ele foi até o banheiro e pra minha surpresa ele entrou no banheiro e me entregou a toalha como se nada fosse estranho, daí eu me enrolei na toalha rápido e falei: Vai pra fora, espera eu me trocar, e então você pode ficar no banheiro. Ele saiu e esperou, quando saí, ele me falou que precisava conversar comigo sobre uma coisa muito chata que tinha acontecido com ele e com uma menina a qual ele estava ficando, sentamos pra jantar e ele me contou que ele estava gostando dela, mas ela o largou pra ficar com outro, e eu o abracei e disse que isso era da vida e que a vida daria uma pessoa tão boa quanto ele e que realmente fosse interessado nele. E ele me falou:
– Mãe, mas eu sacrifiquei até minha vontade de homem, de transar com ela, pra dar tudo certo entre a gente….
Eu: Filho, ela não te merece, você é muito homem pra isso.
E o abracei por trás, ele sentado, beijou meu braço e me agradeceu por ter escutado ele, e que eu era uma mulher a qual ele queria pra vida dele. Ele acabou derrubando um talher, que estava comendo, e eu abaixei pra pegar, com uma blusinha branca, larga, acabei mostrando um pouco dos meus seios que são um tamanho regular, e ele olhou e paralisou, eu levantei e percebi toda a situação e falei:
– Filho, você tava olhando meus peitos? O que tá acontecendo com você, já faz um tempo que eu te sinto muito diferente para comigo, hoje entrou no banheiro e ficou me olhando nua, agora olhando meus seios, o que tá acontecendo?
Ele: -Mãe, é que eu acho você linda, muito linda, acho um desperdício meu pai largar você, se eu tivesse perto da sua idade, daria ideia fácil em você, mas como sou seu filho, tenho que torcer pra achar uma mulher tão linda quanto você.
Eu: – Filho, seu pai não sabe aproveitar coisa boa, quando me teve no auge, largou de mim, agora tenho que ficar aqui, pra titia.
Ele: – você, titia? Não mesmo, aposto que no seu trabalho mesmo, deve ter alguém doido pra te pegar, até mais, levar você pra cama.
Eu: Filho, nada haver, todos me respeitam muito, sou muito séria no trabalho.
Ele: -mãe, por você ser tão séria, você acaba sendo e tendo uma personalidade muito desejada, meu sonho é alguma professora ou até uma mulher mais velha, assim, séria, do jeito que você se veste, me dar mole, sou novo mas dou um caldinho viu.
Eu: -Filho, você tem desejo em mulheres mais velhas?
Ele: -Sim mãe, e como tenho, meu sonho é poder levar uma mulher dessas pra cama.
Eu: – Até eu filho?
Ele: -você é um caso aparte mãe, você eu teria que preparar uma noite muito especial pra poder te ter, você não é qualquer uma.
Eu fiquei boba com a resposta e logo perguntei o que eu tinha mais “medo” de ouvir.
Eu: Filho, você teria coragem de transar comigo? Seja sincero, por favor, você me acha atraente?
Ele: -Mãe, com o maior respeito do mundo, você é a mulher mais gostosa que eu conheço, eu sou totalmente louco pra um dia ter uma oportunidade com você.
Eu fiquei sem graça, respondi ok e fui pro meu quarto, meu filho foi pro dele e dormimos assim, com essa conversa.
No outro dia, sai pra trabalhar e ele me ligou enquanto estava no transito, pediu permissão pra fazer uma receita que ele tinha pesquisado na internet, eu deixei, pois era uma quarta-feira, e no trabalho ia ser corrido, pois era dia de pagamento. O dia correu, teve muitas situações e eu acabei chegando em casa esgotada, meu cansaço era mental, não físico.
Vi meu filho, de avental, sem camisa e apenas de bermuda de futebol, dei-lhe um beijo na bochecha e falei que ia tomar um banho e ele falou:
-Mãe, vai sim, o que eu preparei está praticamente pronto.
Fui para o banho e deixei a porta novamente encostada, mas não foi por maldade, acho que nem pensei na hora… Tive que pedir pro meu filho pegar novamente minha toalha, mas dessa vez, não ia deixa-lo me ver nua, quando chamei ele, ele já estava na porta, abriu a porta e me pegou no box, nua, pelada, ele olhou e falou:
-Nossa mãe, você tá uma delicia, gostosa demais!
Eu: vai pra fora Bruno, por favor!
– Ele: Porque mãe, deixa eu te ajudar, sei que foi corrido pra você hoje, todo dia de pagamento é, sei o quão cansada você está, deixa que eu te ajudo. Ele abriu a porta do box do banheiro, que é de correr, me deu a mão e me trouxe pra fora do box, me virei de costas pra ele e ele começou e me secar, eu não falei nada, ele também não, ele foi hiper carinhoso comigo, não fez nenhuma gracinha, coloquei a roupa e fomos pra cozinha, chegando lá, eu estava totalmente louca, não sabia mais o que pensava, só queria uma coisa: Dar para o meu filho.
Falei pra ele: – Bruno, vem cá! Ele veio e ficou me olhando.
Ele: – que foi mãe, fiquei ali, olhando ele e falei: – Bruno, tira minha roupa!
Ele: -Como assim, mãe? O que acontecendo?
Eu: -Bruno, não fala nada, só tira minha roupa, você não quer se relacionar com uma mulher, chegou a hora, quero você!
Ele: -Preciso tomar um banho, mãe, to cheirando a comida.
Eu: -Não tem problema.
Ele tirou minha roupa, fiquei peladinha pra ele, comecei a beijar ele loucamente, ele mordendo minha língua, mordendo minha orelha, mordendo meu pescoço, eu já tava toda molhada, fiquei louca com a situação e levei ele pra sala, ligamos a Tv e ele começou a apertar meus peitos, tirei o avental dele, o pau do meu filho estava marcado na bermuda que o pano é molinho, apertei o pau do meu filho, fiquei boba com o tamanho, mesmo no shorts, sentei melhor no sofá e o bruno começou a chupar meus peitos e passar a mão na minha buceta, nossa! Parecia que eu ia explodir de tanto testão, de tanta vontade de sentar na piroca dele. Então ele falou: – Nossa mãe, você tá com vontade, hein!?
Eu: -Continua, não fala nada.
Então ele ficou fazendo isso por uns 3 minutos, até que eu não aguentei mais de tesão e me ajoelhei de frente a ele, abaixei seu shorts e comecei a chupar seu pau, chupava igual chupava um picolé, com vontade de verdade! Nunca me senti daquele jeito, levei a mão dele até a minha cabeça e fiz com que ele empurrasse a minha cabeça de encontro com o pau dele, mas o pau do filho é curvado, não ia até a minha garganta, coloquei ele deitado e deitei por cima dele na posição 69, e ele chupava minha buceta como louco, ensinei pra ele onde era o ponto do clitóris pra ficar melhor e ele aprendeu rápido, começou a massagear com a língua e chupar, desculpe os homens, mas vocês tem que aprender a chupar uma buceta com o meu filho, ele domina!!! Continuei ali e gozei a primeira vez na boca dele, tava muito bom de verdade! Ele falou pra mim que também tava quase gozando enquanto eu tava chupando o pau dele. Então eu parei, me coloquei deitada no chão mesmo, no carpete e pedi pra ele deitar do meu lado, de conchinha, pronto, ali já estava pronta pra sentir meu filho penetrando aquele pau gostoso na minha buceta, me ajeitei e guiei seu pau até minha buceta e ele começou a meter, não rápido e não devagar, no movimento certo, comecei a tocar uma pra mim mesma, pra ajudar ele também, e eu queria gozar de novo né, ficamos ali por uns 8 a 12 minutos e então eu gozei, nossa, eu gozei muito, eu gritei com aquela gozada, arranhei meu filho e ele não parava, levantei, puxei ele pelo braço e corremos até a cozinha, peguei uma cadeira, coloquei ele sentado, perguntei se ele queria que eu ficasse de frente ou de costas, ele falou de frente, pra ele poder chupar meus peitos e ver minha cara de safada, obedeci meu filho, comecei a cavalgar como uma puta, a tremer só a bunda, sabe? Ele não aguentou 5 minutos, tadinho, fiz meu filho gozar. Ele gozou dentro da minha buceta, quando ele falou que tinha gozado, levantei e aquele líquido precioso escorria pelas minhas pernas. Comecei a mamar de novo o pau dele, e ele gozou mais umas 2 gotas, acabei engolindo. Voltamos para o banheiro, num silêncio que já me fazia ficar agoniada, foi quando falei:
– Filho, sou tudo o que você esperava? Algo aconteceu de uma forma que você não gostou?
Ele:-Mãe, você é tudo e mais um pouco, já transei com algumas meninas nenhuma fez o que você fez, me fazer gozar dentro.
Eu: -Que bom filho, eu tava necessitada de transar com alguém. Obrigado por me ajudar (e sorri)
Ele: -Que isso Mãe, sempre que precisar, só dar um alô. (e me deu um beijo na bochecha)
Tomamos banho, voltamos para cozinha, comemos, recuperamos as energias e dormimos juntos, acordamos e transamos de novo, antes de eu ir trabalhar. Coloquei uma saia social, uma camisa social, ele não se conteve, foi até o carro, me fez sair, voltar na sala, levantou a saia, e justo nesse dia, estava com uma calcinha sem costura, ele rasgou ela, penetrou e gozou de novo, pouquinho, mas gozou, metendo em mim. Desde esse dia, estou com um pouco de receio de termos isso de novo, não sei o que ele anda pensando, mas de qualquer forma, meu filho me deu um prazer enorme. O que vocês acham, volto a transar com ele, ou paramos por aqui mesmo?

Disk Sexo

31 thoughts on “Meu filho, meu homem

    1. Sim, acho que devem continuar fazendo sexo gostoso a quem dera se eu tivesse tido a oportunidade de fuder a minha mãe, que por sinal era linda e gostosa. Só tomem cuidado para não engravidar.

  1. Da cuzinho para ele bem gostoso,pede para meter a cabeça da pica e fazer movimentos bem lentos até você pediir para meter mais .
    Depois que deve comandar os movimentos de penetração , empurrando o quadril para trás fazendo a pica sumir toda dentro o seu delicioso cuzinho guloso.
    Apartir dai quando você se sentir totalmente cheia de tesão aí sim pede para ele te foder do jeito que ele sempre sonhou e quiser você vai sentir loucura total nesse rabo gostoso.
    Vocês dois vão gozar que nem loucos e não esqueça enquanto tiver sendo enrabada bate uma siririca nessa buceta maravilhosa , você vai sentir tesão dobrado pica no cuzinho e mão na buceta.
    Boa foda sei que você está louca para dar para ele novamente e pode preparar o creme, porque jovens nessa idade fode muito porque os hormônios estão pegando fogo.

  2. Devi ser uma delicia .. fazer um carinho bem safadinho nele… sentado na cadeira bem arreganhada exibindo o fundinho da calcinha pr os olhos dele… hum tomando banho com ele mandano ele passar o sabonete nas colxas ficando com duas mãos na parede e com a bunda bem arrebitada os olhos dele devolrando um rabao LINDO e gostoso. . Dano aquela ensaboada bem gostosa no cast dele beijando a cabeça dele beijando o rosto dele o cst roscando na bct acordando de cst duro dano aquele bom dia pela manhã maravilhoso na mamãe roscando o cast duro na buceta despojado os mamilos na cara dele…. fazendo carinho na cabeca dele cheirando o rostinho dele.. aquela IMENSA VONTADE DE FUDER fazendo o café dele com muito carinho deixando a calcinha no banheiro com o fundinho temperado pr ele cheirar numa punheta bem gostosa .. sentando na marquina sem calcinha ele deitado no sofá os olhos devolrando uma buceta gostosa o cst detonando curiando ele toda noite na punheta vem aquela imensa vontade de fuder cheia de cumplicidade vêm aquele medo por dentro queimando alma o tesão imenso maravilhoso na buceta curiando ele colocando oseu coleguinha pr chupar o cst dele da água na boca.. olhando para ele tentando meter o cst e esfregando no CU do coleguinha dele hum delícia de tesão filhote se descrubino na vida tarado safadinho doido por cu . Alimentando os olhos dele põe aquele fio dental colocando o travesseiro por baixo ficando bem com a bunda bem arrebitadinha pernas aberta mandano ele passar o creme nas colxas os olhos dele olhando para o redondinho mas lindo mas cheiroso e mas gostoso a buceta dividida os lábios todo fora as mãos curiosa vindo bem pertinho querendo pegar na buceta hum que delicia da eu amo eu adoro essa mamães que dão esse conto de incesto me deixa toda confusa bem confusa eu amo essa mães puta vadia pervertida cada conto que eu lia vai me deixando bem confusa só em pensar em fd com ele a minha buceta ja fica gozando eu adoro eu amo os conto dessa mamãe pervertida. Ha que tesão que delicia que vontade de fd com ele… [email protected]

  3. Devi ser uma delicia vira uma putinha do próprio filho Humm que delicia que vontade que tesão deliciaosa maravilhosa na bct eu tenho medo mas EU adoro ler esse conto dessas mães puta vadia pervertida incestuosa devi ser uma delicia me deixa bem confusa eu sou viuva ele já é pauzudinho cabecudinha maravilhosa safadinho e carinhoso Joelma [email protected] amo essa mães puta vadia pervertida cachorras putas vadia esssas mamães tão me deixando mas confusa mas puta mas vadia diante dos olhos dele

  4. eu só um cara que adoro ler estes contos de incerto gente se tiver alguem que tenha grupo por favor mim poia no grupo eu sou muito tescreto meu numero e 11970110811 este e meu za

  5. Você deveria usar uma roupa de couro e fumar um cigarro ele vai ter ainda mais tesão por você se você fazer me conta e continuar fazendo amor CPM seu filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *